Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Magia vem do substantivo masculino “Sábio” que, entre os persas, era aquele especialista no estudo dos astros, estudioso e pertencente a uma classe privilegiada que exercia influência sobre o Estado. Aquele que advinha, que faz previsões ou se julga capaz de adivinhar.

Nesse trecho eu me familiarizei muito com a área de P&D, quem não já se sentiu um mago na elaboração de protótipos dentro de um Laboratório de P&D? Se não, você não sabe o poder que está escondido dentro de você, ou melhor, a magia!

Preste atenção no 1° parágrafo… não é assim mesmo? a magia do P&D se inicia nos estudos e pesquisas, o desenvolvedor de alimentos pertence a uma classe privilegiada que domina a arte de criar e inovar partindo de um projeto no papel, um desejo de alguém ou às vezes até seu, quando sonha com o seu próprio negócio de alimentação… Você possui “olhos de ver”, é curioso e sua percepção rompe o limiar comum, percebe o que a maioria deixou passar batido, se apaixona fácil pela magia das transformações, pela mágica de proporcionar sensações no paladar dos consumidores.

Exerce influência sobre a equipe e a empresa que trabalha, pois todos ali aguardam a demonstração do que você está criando, do que você está prevendo e colocando em prática toda a sua competência de transformar idéias em alimento.

Faz muito com pouco, quem já não se deparou com vários projetos nas mãos com datas apertadas e um Laboratório de P&D sem muitos recursos, que mais parecia a cozinha da sua casa? rsrs…  Ainda bem que não é em todo lugar, mas acontece. Mas assim mesmo, você respira fundo, invoca toda a criatividade que existe em você e estuda, e desenvolve, e executa o projeto até o final !

E quando olha o produto pronto, fabricado e embalado, a sensação é de recompensa! Todo aquele esforço seu, da sua equipe e da empresa,  se materializou e irá proporcionar satisfação, alegria, prazer, curiosidade e muitas outras sensações por todo o Brasil, ou até o mundo!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Também recomendo a leitura dos seguintes artigos complementares:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: A cópia desse conteúdo não é permitida!