Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Como você, profissional de P&D de Alimentos está invocando seus poderes mágicos na elaboração dos seus projetos?

A criatividade e o domínio da novidade não nascem prontos em ninguém, precisa ser desafiado, treinado e especialmente mentorado. Mas esse caminho se inicia quando você escolhe a jornada da curiosidade consistentemente. E com as mudanças trazidas com a pandemia do coronavírus, o mundo está buscando pessoas criativas. Os empresários que entenderam para onde as coisas estão caminhando começam a prestar mais atenção e valorizar profissionais com este perfil dinâmico, com uma mistura bem balanceada entre tecnologia e colaboração, criação e crítica, inovação e sustentabilidade, paixão e dedicação, estudo e propósito.

Então você só precisa entender o que é preciso fazer, para começar e priorizar!

Geralmente sozinho você começa a planejar e percebe que são muitas etapas, ou as vezes poucas demais como se estivesse faltando estratégia ou propósito naquilo tudo… Mas com ajuda e direcionamento o caminho fica mais claro, as etapas são estruturadas e priorizadas e um mentor pode te ajudar a sair da “zona de conforto” e te impulsionar a continuar sempre, te mostrar que o erro não é uma barreira mas sim mais um caminho para o aprendizado.

Seu mentor pode ser de forma mais distante como um escritor onde você absorve os conteúdos dos livros, um professor que te acompanha, um influenciador da sua área, ou alguém mais próximo que já passou pelo o que você está passando, já chegou onde você almeja chegar. O mentor te direciona para ir mais rápido, ele não tem o poder de retirar os obstáculos da sua jornada, mas ele pode te ensinar estratégias de como curar os primeiros ferimentos, depois de como não cair naquele mesmo buraco, e depois de como pular as barreiras ou desviar delas. Você passa a carregar um “kit de sobrevivência” personalizado, para se levantar mais rápido, pois as barreiras nunca cessam, até porque quando elas pararem de aparecer na sua vida você já terá terminado sua jornada, não é assim? “Quem não está aprendendo, está morrendo”.

Quem trabalha com P&D transpira curiosidade, não se satisfaz com facilidades, sabe que o caminho da diferenciação está na busca incessante do novo, daquilo que ainda ninguém desvendou, das novas formas de fazer, do lado contrário da normalidade. E para manter essa chama viva, procura sempre novas informações sobre como invocar novas maneiras de treinar suas habilidades criativas, de entender comportamentos e desejos dos consumidores, de prever tendências de mercado. Mas respeitando acima de tudo seu planeta, estando ciente da responsabilidade de trabalhar com sustentabilidade.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Também recomendo a leitura dos seguintes artigos complementares:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: A cópia desse conteúdo não é permitida!